inicio-texto-01.png
inicio-texto-02.png
inicio-texto-03.png
inicio-texto-04.png
inicio-texto-05.png
inicio-texto-01.png
inicio-texto-02.png
inicio-texto-03.png
inicio-texto-04.png
inicio-texto-05.png

O CÂNCER DE MAMA TEM CURA

Quando diagnosticadas no início, mulheres com a doença apresentam chance de cura de até 95%.

Consulte regularmente seu médico e não deixe de fazer os exames preventivos.

O QUE É O CÂNCER DE MAMA

Câncer é o nome dado a um conjunto de doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo se espalhar (metástase) para outras regiões do corpo.


Atualmente, o câncer de mama é o segundo mais frequente entre mulheres no Brasil.  Segundo o Instituto Nacional de Câncer – INCA, até o final de 2018, são estimados quase 60 mil novos casos da doença. Embora menos frequente, o câncer de mama também pode atingir os homens.

O QUE É O CÂNCER DE MAMA

Câncer é o nome dado a um conjunto de doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo se espalhar (metástase) para outras regiões do corpo.
Atualmente, o câncer de mama é o segundo mais frequente entre mulheres no Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Câncer – INCA, até o final de 2018, são estimados quase 60 mil novos casos da doença. Embora menos frequente, o câncer de mama também pode atingir os homens.

DIAGNÓSTICO PRECOCE

Fundamental para aumentar as chances de tratamento e cura, o diagnóstico precoce alerta para que as mulheres fiquem atentas a qualquer alteração na mama, conhecendo o próprio corpo por meio do autoexame. Mulheres com mais de 40 anos, devem realizar, uma vez por ano, a mamografia de rastreamento, um exame capaz de encontrar o câncer ainda no início. Segundo o INCA, o rastreio diminui a mortalidade em 20% em mulheres com idade entre 50 e 69 anos.

DIAGNÓSTICO PRECOCE

Fundamental para aumentar as chances de tratamento e cura, o diagnóstico precoce alerta para que as mulheres fiquem atentas a qualquer alteração na mama, conhecendo o próprio corpo por meio do autoexame. Mulheres com mais de 40 anos, devem realizar, uma vez por ano, a mamografia de rastreamento, um exame capaz de encontrar o câncer ainda no início. Segundo o INCA, o rastreio diminui a mortalidade em 20% em mulheres com idade entre 50 e 69 anos.

QUAIS OS SINAIS DE ALERTA?

  • Pele da mama avermelhada, retraída, ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no mamilo;
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço (ínguas);
  • Saída de líquido aquoso ou sanguíneo anormal nas mamas.
sinais-de-alerta-mobile.jpg

CONHEÇA OS FATORES DE RISCO

  • Histórico familiar de câncer de mama ou de ovário;
  • Primeira menstruação antes dos 12 anos;
  • Menopausa tardia após os 55 anos;
  • Terapia de reposição hormonal;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Consumo de álcool;
  • Tabagismo;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Exposição frequente a radiações ionizantes.

CONHEÇA OS FATORES DE RISCO

  • Histórico familiar de câncer de mama ou de ovário;
  • Primeira menstruação antes dos 12 anos;
  • Menopausa tardia após os 55 anos;
  • Terapia de reposição hormonal;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Consumo de álcool;
  • Tabagismo;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Exposição frequente a radiações ionizantes.

COMO CUIDAR DE VOCÊ?

Atenção aos fatores de risco e cuidados simples e diários ajudam a reduzir a possibilidade de desenvolver um câncer de mama no futuro.

como-cuidar-01.png
como-cuidar-02.png
como-cuidar-03.png
como-cuidar-04.png
como-cuidar-05.png
como-cuidar-06.png
como-cuidar-07.png
como-cuidar-08.png

DOWNLOAD DA CAMPANHA

O HCP apoia a campanha de prevenção ao câncer de mama neste Outubro Rosa. Seja você também um agente multiplicador e compartilhe nosso material informativo em favor desta causa. Faça parte deste movimento, leve informação à sua empresa, amigas e familiares.

Folder A5

Folder A5

Cartaz A4

Cartaz A4

Avatar

Avatar

IMPORTANTE:

Todo conteúdo apresentado neste site é de propriedade do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Este material pode ser copiado, reproduzido, distribuído, republicado, apresentado, anunciado ou transmitido desde que seja citada a fonte Hospital de Câncer de Pernambuco.

Toda e qualquer alteração deste conteúdo deve ter a prévia autorização do HCP, que pode ser solicitada pelo e-mail: comunica@hcp.org.br

Compartilhe
  • 81 3217.8000
  • hcp@hcp.org.br