Blog

Cimento Nacional doa 400 kg de alimentos ao HCP  

DSC00005.JPG

Na manhã da última sexta-feira (30), o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) recebeu uma doação de aproximadamente 400 kg de alimentos da Companhia de Cimento Nacional, empresa do Grupo Ricardo Brennand. A doação é fruto de uma campanha interna realizada pela empresa, nas unidades de Recife e João Pessoa, entre os meses de outubro e novembro, para arrecadar mantimentos para o HCP e para a Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer da Paraíba.

A arrecadação de donativos fez parte das atividades de conscientização e prevenção ao câncer de mama e de próstata, realizadas ao longo das campanhas do Outubro Rosa e Novembro Azul, respectivamente. A assistente de Responsabilidade Social da empresa, Monara Tavares, explicou que o objetivo da campanha foi “sensibilizar as pessoas de modo a ajudar àquelas que estão mais necessitadas”. 

Para a presidente da Rede Feminina em Pernambuco, Maria Da Paz, “todas as doações são muito importantes para o HCP, pois elas garantem que os recursos que seriam utilizados para a compra dos alimentos possam ser transferidos para o tratamento dos pacientes”.

UPAE do Arruda orienta idosos sobre como evitar quedas em casa

upae-arruda-6meses.jpg

Em comemoração aos seis meses de funcionamento da UPAE do Arruda, pacientes e acompanhantes da unidade participaram, na última quinta-feira (29), de uma programação diferente. Além das consultas e exames regulares, eles receberam orientações sobre prevenção de quedas e fraturas, sobretudo, em pacientes idosos. A precaução principal é para evitar acidentes em casa, onde ocorrem 70% das quedas. "A melhor forma de comemorar os seis meses da UPAE é com mais serviços de saúde, como estamos fazendo", afirma Adriana Bezerra, coordenadora geral.

Desde que foi inaugurada em 30 de junho passado, a unidade já atendeu 76.500 pessoas. Atualmente, realiza uma média de 2.200 atendimentos/dia entre consultas, exames e sessões de fisioterapia. Na principal sala de espera da unidade, os usuários receberam informações e dicas para evitar acidentes em casa, tiraram dúvidas, e ainda, fizeram uma sessão coletiva de alongamento e exercícios. "Foi ótimo", elogiou o aposentado Cícero Alves do Amaral, 78 anos. Morador de Lagoa Encantada, ele faz sessões de fisioterapia na UPAE para se tratar de uma artrose.

Quem também gostou da atividade foi o porteiro José Ricardo, 37 anos, que faz fisioterapia na unidade para se tratar das conseqüências da chikungunya. "Aqui, somos quase uma família", diz ele, entre uma brincadeira e outra com seu Cícero. "Além da assistência médica propriamente dita, temos a missão de promover uma saúde de qualidade. E usuários bem informados podem, inclusive, repassar conhecimento em casa, junto aos seus familiares, ajudando a que todos busquem uma qualidade de vida mais saudável", informa Filipe Bitu, superintendente executivo do HCP.

A UPAE do Arruda foi construída pelo Governo do Estado e repassada para administração do Recife. Está sob gestão do Hospital de Câncer de Pernambuco e o acesso dos pacientes é por meio da Atenção Básica, com regulação municipal.

Orientações

As orientações sobre como evitar acidentes em casa foram repassadas aos usuários pelos fisioterapeutas André Bandeira, Aldenice Costa e Luciana Mergulhão, além da terapeuta ocupacional, Simone Guimarães; todos da unidade. Abaixo, algumas das dicas:

 - Colocar tapetes antiderrapantes no box do banheiro. Evitar tapetes de pano.

 - Utilizar móveis com quinas arredondadas e macias

 - Deixar área de circulação livre para evitar quedas

 - Tomadas devem ficar na altura de 46 cm

 - Evitar cama muito alta.

 - Boa iluminação em todos os ambientes da casa.

 - Telefones com números importantes e urgentes gravados na memória ou colados junto ao telefone.

Especialidades - A UPAE do Arruda oferece nove especialidades médicas: Reumatologia, Endocrinologia, Cardiologia, Neurologia, Nefrologia, Psiquiatria, Urologia, Pneumologia e Ortopedia; além dos serviços de apoio diagnóstico, como Ergometria, Ecocardiograma, Raio–X, Ultrassonografia, Eletrocardiograma e Endoscopia Digestiva. Junto às outras categorias profissionais, a unidade possui o serviço de reabilitação motora com uma equipe especializada em fisioterapia e terapia ocupacional; além de Nutrição, Psicologia, Enfermagem, Farmácia e Serviço Social.

Endoscopia e Estomatoterapia - Na rede municipal de saúde existem dois serviços que apenas da UPAE do Arruda disponibiliza. São estes: Endoscopia (procedimento que consiste na exploração visual e obtenção de imagem diagnóstica, com a utilização do aparelho endoscópio) e Estomatoterapia (curativos especiais, com enfermeiros específicos desta área).

Abertura de serviços - Na primeira quinzena de janeiro de 2017, a UPAE do Arruda passará a contar com o serviço de Colonoscopia e serão ofertados 144 exames/mês; além dos serviços de MAPA( monitorização da pressão arterial ) e HOLTER (exame que monitora a atividade elétrica do coração).

Presentes de aniversário são doados para o HCP

DSC00005.JPG

Com pouco mais de um ano, Laura Letícia ainda não conhece o significado da palavra solidariedade. No entanto, mesmo pequena, já está aprendendo a fazer a diferença na vida das outras pessoas. Às vésperas do Natal, no último dia 22, Laura veio ao Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) doar as mais de 150 latas de leite e de suplemento alimentar que ganhou de presente no seu primeiro aniversário. Com seu sorriso fácil e gigante, Laura encantou enquanto brincava entre as doações, depositadas aos pés da Árvore de Natal que enfeita a recepção do HCP.

Laura é a filha caçula da oficiala de Justiça Federal Débora Costa e do professor Getúlio Filho. Juntos, o casal tem três crianças. Para comemorar o primeiro ano de Laura, celebrado no dia 17 de dezembro, Débora queria fazer algo diferente. Inspirada em uma amiga, que havia feito a festa das filhas em uma creche, ela teve uma ideia. “Eu assisti uma reportagem de uma festa de 15 anos que foi feita para adolescentes com câncer que estavam em tratamento no hospital. E pensei no quanto deve ser difícil estar em um hospital sendo criança. Foi então que resolvi que os presentes seriam para a Pediatria do HCP”, contou.

Coincidência ou questão de fé, Débora recebeu, alguns dias depois, uma ligação do hospital. O pedido? Doações. Com o telefone do setor responsável em mãos, ela descobriu os itens que as crianças do hospital mais precisavam. “Pedi aos convidados e eles abraçaram a ideia”, contou. E deu certo. No total, foram arrecadadas 113 latas de leite e 53 de suplemento alimentar. “Mesmo aqueles que não puderam ir para a festa, foram na minha casa deixar as doações. Normalmente, em festas de um ano, você recebe muitos brinquedos e tudo o que é demais, sobra. Aqui, sabemos que esses itens ajudarão as crianças que precisam”, reforçou. As festas dos seus filhos, prometeu, jamais serão as mesmas.

Médicos residentes apresentam monografia

monografia-residentes-4.jpg

Dezembro de 2016 ficará marcado na memória de quatro médicos residentes do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). É que nesse mês, eles apresentaram as monografias de encerramento do programa de residência da instituição. Os estudos foram elaborados para as residências em Cancerologia Clínica e em Mastologia.

Carlos Eduardo Jerônimo, concluinte da residência em Cancerologia Clínica, desenvolveu um estudo que envolve a quimioterapia e o câncer gástrico, com o tema “Análise do tratamento quimioterápico em portadores de câncer gástrico avançado no HCP entre os anos de 2013 e 2014”. O trabalho, orientado pelos médicos Inaceli Caires e Rafael Caires, foi avaliado pelos oncologistas Leila Taguchi e Ilan Pedrosa.

Já Ana Carolina Branco, também concluinte da Cancerologia Clínica, abordou a resposta patológica da quimioterapia adjuvante em pacientes de câncer de mama tratadas no HCP entre os anos 2013 e 2014, sob orientação do oncologista Marcelo Salgado. “Esse trabalho foi brilhante, assim como a atuação de Ana Carolina durante o programa. Que os próximos residentes possam dar continuidade ao trabalho, pois assim conseguiremos resultados melhores para as nossas pacientes”, declarou a mastologista Denise Sobral, que participou da banca avaliadora juntamente com Leila Taguchi.

As concluintes da residência em Mastologia, Lenise Almeida e Ana Rita Guedes, ambas orientadas por José Peixoto, mastologista e Superintendente de Ensino e Pesquisa do HCP, também apresentaram as suas monografias após dois anos de atividades. Lenise Almeida abordou o estadiamento do câncer de mama no HCP após 10 anos de ações e programas públicos de controle do câncer, com a avaliação de Rodrigo Tancredi e Carlos Eduardo Caiado. Em seguida, Ana Rita Guedes apresentou a avaliação do grau de infiltrado linfocitário como marcador prognóstico no câncer de mama, trabalho avaliado e aprovado por Rodrigo Tancredi. 

monografia-residentes1.jpg

 

Residência Médica

No HCP, os programas de Residência Médica foram retomados em 2013, com a entrada de dois residentes para Mastologia e outros dois alunos para Cancerologia Clínica. No ano seguinte, a especialidade de Cabeça e Pescoço recebeu dois alunos, assim como a Mastologia. Em 2015, o HCP ofertou vagas para Mastologia, Cancerologia Clínica, Cabeça e Pescoço e Cancerologia Cirúrgica, que foram preenchidas por um total de oito alunos, sendo dois para cada especialidade. Já esse ano, foram disponibilizadas novamente oito vagas, distribuídas dentre as especialidades citadas acima.

 

“Como o HCP é referência no tratamento oncológico, os residentes escolhem a instituição como primeira opção para cursar a residência. Aqui, eles têm contato com diversas patologias, situação que traz um vasto conhecimento para o aluno”, esclareceu Luiz Henrique Araújo, coordenador da Comissão de Residência Médica – COREME. Além dos pontos abordados por Dr. Luiz Henrique, ainda é possível citar as várias parcerias do HCP com instituições nacionais e internacionais, que podem ser aproveitadas pelos residentes. “A retomada das residências fortalece o ensino e da pesquisa no hospital. Inclusive, faz parte da visão do HCP, que é ser referência na formação de profissionais”, complementou.

Campanha do Neoh capta recursos para HCP

DSC02105.JPG

A campanha “Mova-se contra o câncer”, idealizada pelo Núcleo Especializado em Oncologia e Hematologia (Neoh), trouxe resultados positivos para o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Na tarde da última quinta-feira (22), a instituição filantrópica recebeu uma doação do NEOH, referente às vendas das camisas da ação. Realizado em outubro em consonância com o Outubro Rosa, o projeto é realizado pelo Neoh desde 2015, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o câncer de mama.

Este ano, foram realizadas atividades no Shopping RioMar e na praia de Boa Viagem, que contaram com a participação de milhares de pessoas. “A luta contra o câncer de mama é de todos e só vamos conseguir mudar essa realidade juntando as nossas forças. Queremos mostrar que cada um pode fazer sua parte para melhorar a realidade e diminuir a mortalidade e o sofrimento causado pela doença”, enfatizou a diretora Médica do NEOH, Jurema Telles.

Para a coordenadora de Captação de Recursos do HCP, Monara Nascimento, a parceria entre o hospital e o Neoh vai muito além do social. “É mais uma maneira de demonstrarmos, institucionalmente, a importância de uma campanha desse porte, que alerta para a prevenção contra o câncer de mama”, reforçou. Além dos recursos, o HCP também recebeu doação de cabelos, que serão usados na confecção de perucas. 

Setor de Cuidados Paliativos celebra o Natal

DSC02633.JPG

O corredor do setor de Cuidados Paliativos do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) ficou preenchido de alegria na noite do último dia 21. Juntos, pacientes e profissionais celebraram o Natal, em uma festa que contou com música, poesia e muitas mensagens positivas. Atualmente, o serviço conta com 25 pacientes internados, que são atendidos por uma equipe multidisciplinar com 12 profissionais, além de técnicos e enfermeiros.

O serviço de Cuidados Paliativos do HCP foi criado em 2010, sob a coordenação do médico paliativista Dr. Fábio Malta - hoje, superintendente Clínico do hospital. Responsável pelo setor desde 2013, a enfermeira Conceição Hander comentou que todas as datas festivas do ano são comemoradas nos Cuidados Paliativos. "Trabalhamos com pacientes que, em sua maioria, não têm possibilidade de ir para casa e acabam permanecendo mais tempo aqui na enfermaria. Tentamos suavizar e humanizar essa permanência”, explicou.

No roteiro da noite festiva, Cantata de Natal, com o Coral da Primeira Igreja Batista de Vitória; violinos e violões; encenação de uma peça com o artista Chico Domingues e com a fonoaudióloga do HCP, Ana Araújo; e presença do Papai Noel e da Mamãe Noel. “Estou achando lindo. Isso levanta a nossa auto-estima e traz alegria e conforto para os pacientes”, opinou Selma Soares, paciente do setor há menos de um mês.

DSC02685.JPG

DSC02631.JPG

DSC02747.JPG

DSC02638.JPG

 

Crianças da Enfermaria Anjo Rafael comemoram o Natal no HCP

 

DSC02622.JPG

O dia 21 de dezembro foi marcado pelo Natal da Enfermaria Anjo Rafael (Pediatria) do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Realizada há 19 anos, a festa é uma forma de levar o espírito natalino para as crianças que se encontram em tratamento. A celebração contou com a presença dos músicos do lar geriátrico Casa do Amor, que animaram a manhã. Ao todo 80 presentes foram distribuídos, além de 200 kits de higiene pessoal, que foram entregues para todos os pacientes que se encontram internados nas enfermarias.

A voluntária Maria do Rosário é quem organiza a festa desde que ingressou na Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer. É com a ajuda de amigos, vizinhos e colegas que ela consegue arrecadar os doces, salgadinhos, bolos e, claro, os presentes para a festa. “É uma experiência muito gratificante; trazer alegria e tirar a tristeza do rostinho dessas crianças me faz realizada. Meu natal só é completo depois dessa festa”, contou.

Já o músico e educador musical Sílvio Romero, nunca havia comemorado o Natal com as crianças do Hospital de Câncer. Este ano, ele veio acompanhado de mais dois alunos para fazer a alegria da criançada. “No ano passado estivemos em outros hospitais da rede pública e sempre tivemos o desejo de realizar esse trabalho terapêutico no Hospital de Câncer; não tem como não se emocionar ao ver, em cada olhar, cada gesto, o poder que a música tem de trazer alegria e unir as pessoas”, atestou ele.

DSC02615.JPG 

DSC02626.JPG

Rede de supermercados realiza doação ao Hospital de Câncer

arcomix.jpg

No último dia 9 de dezembro, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) recebeu uma doação de 800 kg de alimentos, realizada pelo Supermercado Arco-Mix e pelo Atacado Arco-Vita. A doação foi fruto de uma ação social chamada Gincana do Bem, uma campanha realizada pelo grupo há 15 anos. A iniciativa consiste na arrecadação de alimentos para instituições filantrópicas próximas aos seus pontos de venda, através da ajuda de parceiros e colaboradores. Ao todo, 24 instituições foram beneficiadas pelas doações, que arrecadaram 2 mil itens de higiene e limpeza, além de 19.790 kg de alimentos.

A relação entre o HCP e o Arco-Mix não se restringe a uma doação natalina, mas sim a uma parceria firmada ao longo de todo o ano. A gerente de Marketing do Arco-Mix, Sandra Lima, destaca que “a Gincana do Bem é apenas uma das várias ações sociais realizadas pelo grupo”. Segundo ela, a responsabilidade social é um dos principais valores das empresas e, por isso, as duas redes sempre realizaram atividades voltadas para o auxílio a instituições filantrópicas e em benefício dos menos favorecidos.

Doações de alimentos são sempre muito importantes para o HCP, uma vez que é possível realizar a transferência de recursos, utilizando os valores que seriam destinados à compra de alimentos para outros itens, como equipamentos e medicamentos. “Nós do Hospital de Câncer de Pernambuco agradecemos não apenas por essa doação, mas por toda história de parceria e comprometimento”, destacou a coordenadora de Captação de Recursos do HCP, Monara Nascimento.

HCP recebe ações do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac

DSC02570.JPG

Corte de cabelo, esmaltação, massagem, contação de história, alongamento, aferição de pressão, apresentações musicais. Na última segunda-feira (19), pacientes e acompanhantes do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) foram convidados a participar dessas e de outras ações que se espalharam por vários setores do hospital. As atividades, que ocorreram durante toda a manhã, foram promovidas por colaboradores e profissionais do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac.

As crianças da enfermaria e do ambulatório também receberam a visita do Papai Noel, com brinquedos e guloseimas, e de personagens das histórias infantis. Lenços e bonés foram distribuídos para os demais pacientes do HCP. “Isso traz carinho e amor, além de promover a melhora na auto-estima dos pacientes. Conseguimos perceber até a melhora clínica”, confirmou o Superintendente Geral do HCP, Dr. Hélio Fonseca.

Esta é a primeira vez que o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac realiza uma atividade desse porte dentro do HCP. “O sentimento de gratidão é extraordinário. Nós é que estamos sendo presenteados”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio/Senac/Sesc em Pernambuco, Josias Albuquerque. A ação também contou com uma doação de R$ 15 mil para o hospital, resultado da venda de broches durante o Novembro Azul. 

DSC02590.JPG

 

IMG_4724.JPG

DSC02586.JPG

 

Comitê de Ética em Pesquisa recebe oficina de atualização

oficina-cep-2016.jpg

Para os colaboradores do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) que compõem o Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), esse mês foi dedicado a atualizar os conhecimentos sobre a área. É que no último dia 12, a instituição realizou a oficina Regulatório, Submissão e Tramitação de Pesquisas Clínicas: A rotina de um CEP e experiências de coping.

A oficina foi ministrada pela secretária executiva do Centro Universitário de Brasília – UniCEUB, por Ana Paula Carvalho de Souza. “Essa oficina foi bastante esclarecedora para os membros do CEP. Discutimos sobre o uso de ferramentas da Plataforma Brasil e a unificação dos pareceres que o comitê emite”, declarou a nutricionista Isabel Leal, coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa do HCP. Na instituição, são 12 membros de diversas áreas da assistência que formam o CEP, que é ligado a Superintendência de Ensino e Pesquisa.

O Comitê de Ética em Pesquisa atua na análise e emissão de pareceres de protocolos de pesquisa com seres humanos e tem como finalidade preservar os aspectos éticos dos sujeitos envolvidos nas pesquisas – sejam individuais ou coletivas. O CEP é vinculado a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), uma comissão do Conselho Nacional de Saúde. 

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais