Blog

Palestra no HCP aponta a importância do cuidado contra as DST's

DSC05884.png

“Nós, como profissionais da saúde, temos uma responsabilidade ainda maior. Nosso caráter é educativo”, disse a enfermeira de educação permanente Elayne Melo, durante sua  palestra que abordou o tema das doenças sexualmente transmissíveis – com foco na AIDS, nesta segunda-feira (29), no HCP. O encontro  ocorreu no setor de Desenvolvimento Humano do Hospital de Câncer de Pernambuco. Outra sessão vai acontecer nesta terça-feira (30), às 14h.

Com o objetivo de colocar o assunto em evidência, Elayne argumentou que a orientação de funcionários e colaboradores dentro do hospital é muito importante, além de acreditar que o momento é mais do que oportuno. “O foco é trazer ainda mais conhecimento para todo mundo, até porque são doenças que podem acometer todas as pessoas, ainda mais agora com o carnaval chegando. Nesse período, em algumas faixas etárias, o nível de contágio por DSTs chega a aumentar 50%”, informou ela.  

Durante o evento, foram distribuídos folhetos com informações essenciais, além de preservativos, que consistem na principal forma de prevenção contra essas doenças. Além de um momento informativo e de conscientização, a palestra serviu como uma reciclagem pessoal, acredita Lúcia Meirelles, psicóloga do HCP e que também atua em projetos sociais. “É ótimo se atualizar nessa questão de prevenção, além de poder transmitir esse conhecimento para outras pessoas que não têm acesso a discussões como essa, e que desconhecem certos cuidados que precisam ser tomados”, concluiu.

DSC05846.png

No clima do carnaval, Espaço Renascer promove oficina

DSC05827.png

A festa mais popular do Brasil já começa a invadir os corredores do Hospital de Câncer de Pernambuco.  Na última quinta-feira (25), uma oficina de desenho no Espaço Renascer deu continuidade à programação de 2018 do grupo no HCP.  O projeto que apoia mulheres mastectomizadas há 50 anos, é comandado pela psicóloga Luana Oliveira, por Georgina Moreira, educadora física, e pela assistente social Fátima Filgueira. “Quando programamos algo diferente fica todo mundo motivado. É uma inserção cultural, o carnaval é muito importante para gente, para o nosso estado”, comentou Fátima.

DSC05815.png

Os desenhos são livres, com base apenas na inspiração das participantes, que preenchem as folhas desde objetos que remetem ao carnaval, a animais, como borboletas. Há ainda premiações para os melhores desenhos. O primeiro lugar, por exemplo, receberá uma camiseta personalizada do Homem da Meia-Noite. “É gratificante ver toda essa alegria. No fim das contas, elas estão exercendo a cidadania, além de mexer com a autoestima. Em um trabalho como esse, a gente canaliza apenas coisas boas para que tudo dê certo”, completou Fátima.

Leni Ramos, uma das integrantes do grupo, destaca a importância do Espaço e o significado em sua vida. “O Renascer é um local de grande enriquecimento, se tratando de um grupo terapêutico. São em momentos como esse que a gente percebe o enorme desenvolvimento pessoal que temos” disse Leni. “É sempre bom lembrar que isso se deve ao apoio que é nos dado tanto pela equipe do Espaço, quanto do HCP como um todo”, finalizou.

DSC05836.png

 

Controle de arboviroses é tema de palestra no HCP

DSC05796.png

O Hospital de Câncer de Pernambuco promoveu dois dias de palestras sobre o treinamento para o controle de arboviroses. Os encontros ocorreram no setor de Recursos Humanos do HCP na quinta (18) e na sexta-feira (19). As arboviroses são doenças causadas pelos arbovírus, que englobam, por exemplo, o vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela – que vem assustando os brasileiros no início deste ano.

“Estamos aqui para explicar melhor essas principais arboviroses, como a dengue e a zika, além de apontar para a febre amarela. É muito importante, além de informar, prevenir cada um sobre a necessidade desse controle, desde no ambiente de trabalho, até na sua casa”, pontuou a palestrante Silvana Leal, da Secretaria Estadual de Saúde do estado, sobre o objetivo desse momento no espaço.

 Dezenas de profissionais do hospital acompanharam atentamente as recomendações de segurança sobre o tema durante os dois dias. Para Maria da Paz, presidente do voluntariado do HCP, momentos de conscientização social devem acontecer com frequência. “Devemos sempre estar atualizados. Tudo aquilo que é importante para melhorar a qualidade de atendimento precisa ser tratado. Conhecimento nunca é demais”.

DSC05807.png

Café de Acolhimento marca início do ano para o Espaço Renascer

DSC05754.png

Todo ano começa igual no Renascer e, em 2018, não seria diferente: celebração e expectativa de uma etapa ainda melhor que a anterior, simbolizadas por um café da manhã especial, intitulado Café de Acolhimento, realizado na última quinta-feira (11). O Renascer é um grupo de apoio para mulheres mastectomizadas que atua no Hospital de Câncer de Pernambuco, onde segue proporcionando uma interação entre pacientes e profissionais, além de conforto e alegria nas suas vidas, desde 1978.

Atualmente o grupo é liderado pela educadora física Georgina Moreira, por Luana Oliveira, psicóloga, e Fátima Filgueira, assistente social.  “O grande antídoto contra o câncer é levantar a autoestima do paciente. Quando você está bem consigo mesmo, a serotonina – o hormônio da felicidade – aparece e é capaz de mandar a doença embora, mesmo que momentaneamente”, acredita Fátima. “A riqueza desse grupo é o fato dele trabalhar e funcionar como equipe. Aqui acaba sendo uma extensão da casa e da família dos pacientes”, finaliza.

DSC05750.png

 Carinho, demonstrações de afeto, empatia e muita solidariedade, preenchiam a atmosfera do Café. Completando 50 anos em 2018, o Renascer marcou, continua marcando e marcará a vida de muitas mulheres, como é o caso de Vandaílda de Oliveira, que já acumula 32 anos de grupo. “O grupo representa tudo em minha vida. Aqui eu aprendi a me cuidar, a ter esperança e acreditar que a vida continua muito alegre mesmo com alguns obstáculos. Essa é minha segunda família” expressa ela. 

O clima familiar é unânime entre as pacientes. Elisabete Barbalho, 62, está completando nove anos no grupo e confirma o sentimento. “Aqui é o meu segundo lar, quando cheguei eu estava muito triste, para baixo, com diversos problemas em casa. No Renascer temos palavras de conforto e todo mundo se anima”, conta.

DSC05763.png
Elisabete entrou no grupo em 2009 

 

Dia Internacional do Voluntário é celebrado no HCP

 No Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), a atuação dos voluntários no trato e cuidado com os pacientes é notável. Desde um simples abraço até os grandes sonhos que eles ajudam a realizar, tudo é feito com amor, entrega  e dedicação. Por isso, a data que marca o Dia Internacional do Voluntário não poderia passar em branco na instituição. A Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer, entidade que coordena e representa o voluntariado no HCP, fez uma programação especial para a manhã da terça-feira (5). “É um dia de gratidão por ter a oportunidade de trabalhar a serviço do bem. Nos sentimos parteda história do hospital, dos pacientes e dos acompanhantes, por isso nos reunimos e comemoramos essa data, tão especial e marcante nas nossas vidas”, disse Maria da Paz, presidente da Rede

DSC04440.png

O dia começou com um grande café-da-manhã no Ambulatório do Hospital para os pacientes e acompanhantes, seguido de uma Missa em Ação de Graças. Pelo segundo ano seguido, o Corpo de Bombeiros de Pernambuco também marcou presença. Ao todo, 40 pessoas do grupo de Bombeiros, dentre elas músicos, alunos, escoteiros e soldados, vieram prestar sua homenagem. A música ficou por conta da Banda de Música do CBMPE (Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco). “É um trabalho que a gente gosta de fazer, levar musica e alegria para as pessoas. Tanto ajuda os pacientes, a equipe do hospital, quanto quem está sendo voluntário. Essa satisfação acaba renovando nossas energias para continuar fazendo nosso trabalho e buscar novos horizontes. Acho que isso é o mais importante na vida da gente”, revelou Valdetaim do Monte, pianista e tecladista na banda.

O momento de confraternização foi, sobretudo, para os pacientes. No tempo que passou no HCP, a paciente Maria Elizabete Miranda presenciou e vivenciou várias ações do voluntariado.  “São muito impactantes, levantam o astral da gente. Ao invés de ficar triste, a gente fica alegre. As voluntárias me fazem acreditar que nem tudo está perdido”, afirmou. Vitória de Lourdes costuma vir ao HCP marcar consulta para os pacientes do interior de onde mora. Para ela, o trabalho do voluntariado também é marcante. “O conforto para os pacientes ajuda muito no tratamento. As voluntárias estão muito animadas e estou achando maravilhosa a participação dos bombeiros”, contou.

DSC04409.png

 

HCP abre inscrições da especialização em Urologia Oncológica

Formar especialistas em uro-oncologia. Esse é o objetivo do Programa de Fellowship em Urologia Oncológica do Hospital de Câncer de Pernambuco, que está com as inscrições abertas até o dia 16 de fevereiro. O critério para participar do processo seletivo é ter residência médica concluída em cirurgia geral e em urologia.

O candidato aprovado vivenciará durante 12 meses as rotinas de atendimento ambulatorial e da área cirúrgica, tudo isso com o acompanhamento da equipe de Urologia do hospital, que é formada por oito médicos. “O fellowship passará por uma verdadeira imersão em Uro-Oncologia no HCP e terá acesso a rotinas de tratamento de vários tipos de cânceres, como próstata, pênis e os das vias urinárias”, destaca dr. Luiz Henrique Araújo, urologista e coordenador do programa.

Dentre as atividades programáticas, está também a participação de reuniões científicas semanais para a discussão de artigos e casos clínicos. Segundo dr. Luiz Henrique, outro aspecto bastante atrativo desse programa é a possibilidade de ter contato com outras áreas dentro da Oncologia. “Atuamos de forma integrada com a oncologia clínica, a radioterapia e patologia, por exemplo. Então o médico poderá aproveitar esses momentos para absorver outros conhecimentos”, reforça o médico.

INSCRIÇÕES – Os interessados em participar do processo seletivo deverão enviar um e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. até o dia 16 de fevereiro, com o currículo atualizado, carta de intenção e informações pessoais (data de nascimento, RG e CPF). Análise curricular e entrevista com os selecionados são as outras etapas da seleção. O resultado final será divulgado até o dia 05 de março no site www.hcp.org.br. Dúvidas e outras informações podem ser obtidas pelo telefone (81) 3217.8197.

Primeiro Bebê do Recife em 2018 já está em casa

Marcelo Primeiro Bebê Recife 2018 2.png

Receberam alta do Hospital da Mulher, no Curado, nesta quarta-feira (03), Leila Cesário de Oliveira e seu filho Marcelo. Ele foi o primeiro bebê nascido no Recife, neste ano de 2018. Leila deu à luz, às 00h58, de parto normal, no dia 1° de janeiro. Autônoma, moradora do bairro dos Torrões, ela afirmou estar encantada com o momento vivido. “É o primeiro filho e primeiro neto da família”, afirmou. “Ficamos honrados em poder oferecer a assistência humanizada ao parto e pós-parto, proporcionando para Leila e Marcelo um nascimento digno e feliz; o que também nos deixa feliz”,  comemorou Isabela Coutinho, diretora geral do HMR.

A gestante deu entrada no hospital, por volta da meia noite e, em menos de uma hora, Marcelo veio ao mundo. Durante todo o trabalho de parto, Leila esteve acompanhada de sua mãe, Raimunda Rita Cesáreo. “Foi tudo muito rápido. Ela começou a sentir as dores em casa, às nove da noite e, logo na virada do dia, deu à luz. Que Deus abençoe o meu neto”, ressaltou.  Na hora do nascimento, Marcelo pesou 2,286 quilos e mediu 44 cm. Mãe e filho passam bem e estão com previsão de alta para a próxima quarta-feira.

Humanização - O Hospital da Mulher do Recife faz cerca de 400 partos por mês, dos quais de 75% a 80% são normais.  A unidade possui um Centro de Parto Normal, que segue a filosofia da humanização do parto, onde a mulher é protagonista da forma como ela quer ter o filho. A ideia é deixar tudo transcorrer da forma mais natural possível, contando com o apoio de profissionais habilitados, enfermeiras obstetras e médicos obstetras.

Equipamentos como bola, banqueta e cavalinho são utilizados para ajudar no pré- parto e dar maior conforto para a gestante. Também são empregadas técnicas de alívio da dor como banho em água morna, imersão em água morna, massagens, aromaterapia e mudanças de posição. Os equipamentos e as técnicas são utilizados de acordo com a escolha de cada mulher, de como ela se sente mais à vontade e com menos dor.

 

O Hospital da Mulher é administrado pelo HCP Gestão, Organização Social de Saúde do Hospital de Câncer de Pernambuco.

Marcelo Primeiro Bebê Recife 2018.png

 

Assembleia Legislativa realiza doação de lenços para pacientes do HCP

 

doacao-alepe.JPG

Na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), o Outubro Rosa não passou em branco. Durante o mês dedicado ao alerta ao câncer de mama, os servidores da Alepe arrecadaram cerca de 300 lenços para os pacientes do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). No dia 30 de novembro, os representantes da Assembleia realizaram a entrega da doação. “No Outubro Rosa existe a questão da humanização do tratamento. Poder colocar um sorriso no olhar dos pacientes, nesse momento de sofrimento, é dar a eles a esperança de dias melhores”, afirmou Diogo Moraes, primeiro secretário da Alepe e da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

Para o superintendente geral do HCP, dr. Hélio Fonseca, as ações que o Hospital vêm recebendo durante o Outubro Rosa têm contribuído de forma significativa para a instituição. “Essa questão da estima, principalmente para a mulher, é muito impactante e esse significado do lenço traz uma melhora significativa”, agradeceu. “As pacientes têm essa necessidade de apoio para a autoestima, então toda essa campanha é muito bem vinda”, completou o dr. Fábio Malta, superintendente técnico da instituição.

A doação da Alepe foi resultado de uma campanha integrada nacionalmente, promovida pela Unale. Pela primeira vez, todas as 27 Assembleias Legislativas do País realizaram a arrecadação lenços para os hospitais oncológicos regionais. De acordo com Diogo Moraes, a arrecadação, em Pernambuco, foi além do esperado. “Acho que superou nossas expectativas, porque mover um órgão público requer um certo tempo.  A gente escolheu o HCP para dar o pontapé inicial dessa campanha de Outubro Rosa, e ano que vem queremos prepará-la com uma proporção muito maior, expandindo essa parceria com o Hospital de Câncer”, explicou Diogo Moraes.

“A campanha desse ano serve de motivação para que outras de maior dimensão aconteçam. A gente já vislumbra outra ação bem maior, para amenizar tanto o trabalho do hospital, que é árduo, quanto o sofrimento das pessoas que procuram a instituição”, revelou Cristiane Alves, superintendente Geral da Alepe.

Yes! Cosmetics realiza doação para HCP

 

yes-cosmetics2.JPG

A comemoração do aniversário da Yes! Cosmetics garantiu um presente importante para o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Aproveitando o mote do Outubro Rosa, a empresa pernambucana direcionou 1% do valor obtido com as vendas das lojas de todo o País no mês de outubro para a instituição filantrópica. Para finalizar a campanha, a sócia-fundadora da Yes! Cosmetics, Ketty Espinheira, entregou um cheque simbólico no valor de R$ 31.915,14 ao superintendente Geral do HCP, dr. Hélio Fonseca, no último dia 28 de novembro.

“Vocês não sabem o quanto isso será benéfico para nosso hospital. Estamos bastante honrados e felizes com a doação da Yes! Cosmetics. Nós somos uma instituição privada, sem fins lucrativos, e atendemos cerca de 40% de todos os pacientes oncológicos de Pernambuco”, comemorou o superintendente.

“É um trabalho lindo, é possível perceber o quanto as pessoas que trabalham aqui são prestativas. Qualquer empreendimento só existe por causa das pessoas. Estamos muito felizes e esperamos que isso seja apenas o começo de uma parceria de sucesso”, afirmou a sócia-diretora da Yes! Cosmetics, Ketty Espinheira.

MAQUIAGEM

Ketty Espinheira aproveitou a ocasião para realizar a entrega de um conjunto de maquiagem para a Sala da Beleza, local coordenado pela Rede Feminina que oferece apoio para as pacientes em tratamento no HCP. A doação foi fruto de uma promessa realizada no dia 19 de outubro, quando a Yes! Cosmetics promoveu uma manhã de beleza para pacientes que circulavam pelo ambulatório da instituição.

“Eu estou muito feliz com essa doação. Ela irá fazer toda a diferença para nossas pacientes. Muitas vezes, elas chegam aqui deprimidas, sem maquiagem, sem sobrancelha, e esse presente irá nos ajudar no resgate dessa autoestima”, afirmou a cabeleireira e voluntária Edineide Coutinho, que trabalha na Sala da Beleza.

yes-cosmetics1.JPG

 

Samu Solidário faz o Natal de centenas de crianças no HMR

 

samu-solidario.jpg

Em clima de animação, foi realizada na manhã do último dia 19 (terça-feira), no Hospital da Mulher do Recife, no Curado, a 7ª edição do Samu Solidário. Este ano, 450 crianças foram beneficiadas, sendo 330 de instituições carentes e 120 da comunidade da Horta, no entorno do hospital. Crianças com meses de idade até adolescentes de 16 anos foram contemplados com roupas, brinquedos e jogos. “É uma forma diferente do Samu atender essas pessoas. Hoje, entregamos presentes, ganhamos abraços e a alegria de ajudar”, disse o coordenador geral do Samu Recife, Leonardo Gomes. “Estamos com a sensação gostosa de dever cumprido”, completou Isabela Coutinho, diretora geral do HMR, parceira da ação.

Além da entrega dos presentes, a manhã também foi de muitas brincadeiras. O ponto alto foi a chegada de helicóptero do Papai Noel. A garotada não se conteve e acenou, cantou, tirou fotos e se emocionou com o “bom velhinho”. “Estou tão feliz”, disse Maria Bianka, de 6 anos. “Este é o nosso intuito. Fazer uma festa bonita e solidária, que a cada ano agrega mais voluntários, a exemplo do Hospital da Mulher”, ressaltou o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

Para o evento, o Samu promoveu ao longo do último mês uma campanha de arrecadação entre funcionários, diversas instituições e com a sociedade civil. As doações foram distribuídas para as crianças ligadas a entidades filantrópicas. Já o Hospital da Mulher ficou responsável pelas doações para a criançada da comunidade. Para isso, cerca de 60 funcionários se voluntariaram. A coordenação foi da arquiteta Lana Farias. Além de doar brinquedos e roupas, eles trabalharam durante as últimas semanas na infraestrutura do evento. Também foram em busca de parceiros para os lanches das crianças. “O resultado é que a festa ficou com a cara do Natal, solidária e feliz”, afirmou Filipe Bitu, superintendente do HCP Gestão, organização social que administra o Hospital da Mulher, unidade da Prefeitura do Recife. 

evento.jpg

 

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais