Artigo reforça a importância da enfermagem em cuidados paliativos na UTI - HCP - Hospital de Câncer de Pernambuco

Artigo reforça a importância da enfermagem em cuidados paliativos na UTI

Gostou? Compartilhe com seus amigos.

 

enfermagem.jpeg

No contexto dos cuidados paliativos, a enfermagem representa uma força vital no tratamento do paciente, visando reduzir o sofrimento e oferecer o conforto necessário tanto para o doente quanto à família. Buscando agregar à temática, o estudo recém-publicado pela mestranda em enfermagem Danielle Souza analisa o papel realizado pelo enfermeiro nos cuidados paliativos dentro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  

O artigo foi desenvolvido através do método de revisão integrativa da literatura realizada no período de agosto a setembro de 2021, sob orientação de Roberto Bezerra, coordenador da Residência Uni de Enfermagem do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). O estudo reforça a importância da enfermagem na assistência ao paciente na UTI, porém chama atenção para um notável desconhecimento por parte dos profissionais da área sobre o propósito dos cuidados paliativos.

“Sempre que pensamos em cuidados, a enfermagem é a equipe que está envolvida na atividade de cuidados aos pacientes. Mas, poucos estudos foram encontrados por mim sobre o papel da equipe de enfermagem nos cuidados paliativos”, observou a mestranda Danielle Souza, que se inspirou na própria vivência, obstáculos e desfechos bem-sucedidos, observados no trabalho da equipe intensivista com o tema Cuidados Paliativos (CP).

O orientador Roberto Bezerra destaca que a enfermagem representa o maior quantitativo de profissionais de saúde dentro da UTI e que, por essa razão, é importante disseminar um conhecimento que é subtilizado na saúde, o de que os cuidados paliativos existe para promover uma melhor qualidade de vida ao paciente portador de uma doença que ameaça à vida. 

“É muito importante que o profissional da enfermagem conheça sobre a temática de cuidados paliativos porque há uma estigmatização sobre algo que está relacionado a morte que não é verdade. Cuidados paliativos é ciência, é pesquisa e é um suporte para oferecer mais qualidade de vida e dignidade às pessoas", ressaltou. O estudo foi publicado na Revista de Divulgação Científica Sena Aires e pode ser conferido neste link http://hcp.org.br/images/o-papel-da-enfermagem-frente-aos-cuidados-paliativos.pdf .