Emoção e fraternidade marcam cerimônia de posse na Rede Feminina - HCP - Hospital de Câncer de Pernambuco

Emoção e fraternidade marcam cerimônia de posse na Rede Feminina

Gostou? Compartilhe com seus amigos.

dapaz.jpg

A emoção tomou conta durante a cerimônia de posse da chapa Agora somos Nós, representada por dona Maria da Paz.  Vestidos de rosa e bem elegantes, todos os voluntários se reuniram para celebrar não só a posse, mas o trabalho da Rede Feminina realizado no HCP há tantos anos. Com a pandemia, tudo ficou ainda mais difícil, mas o grupo de voluntários não perdeu o brilho e nem a vontade de ajudar.

O momento foi marcado por discursos e orações. Uma das pessoas discursaram na capela do HCP, foi a Dra. Cláudia Barbosa. De acordo com ela, o empenho da Rede Feminina é essencial para o Hospital de Câncer, por todo o acolhimento e amor doado por eles.

“Parabenizo a toda Rede Feminina pelo trabalho desempenhado, especialmente a dona Maria da Paz pela 2ª gestão à frente do voluntariado. Pra mim, é uma emoção ter pessoas tão bondosas e dedicadas ao HCP. Agradeço do fundo do meu coração por toda a parceria e também pelo acolhimento dado aos nossos pacientes, assim como as várias doações que conseguimos graças à Rede”, reconheceu Dra. Cláudia.

Conhecidos como “anjos de bata rosa”, a história da Rede Feminina se confunde com a própria história do HCP, pois o grupo existe na instituição praticamente desde o início. Dona Maria da Paz, presidente da Rede, estava muito emocionada. Segundo ela, nada é tão gratificante como lidar com pessoas e entender as suas necessidades.

“Uma palavra descreve o meu interior, que é gratidão. Me gratifica muito fazer parte desta instituição. A rede é como se fosse minha mãe, e eu tenho consciência de que tudo que a gente consegue conquistar, não sou eu sozinha. A Rede Feminina é uma família. Todos nós nos envolvemos em tudo”, declarou.

 

posse (15).jpg

posse (13) (1).jpg