Destaque Inferior

Notícias quem ficam no destaque inferior da página inicial

Um dia para cuidar bem do seu amor

cuideamor.JPG

Qual foi a última vez que você mostrou àquela pessoa especial o quanto a ama? Para reverenciar a presença, o carinho e o afeto, a Rede Feminina de Combate ao Câncer preparou uma ação para deixar todo mundo no clima do romance. No Dia dos Namorados (12), em companhia do músico Rafinha Paes, as voluntárias partiram em busca de casais no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) para incentivá-los a se declararem a seus parceiros. “Às vezes o abandono é mais agressivo que a própria doença”, disse Dona Maria Da Paz, presidenta da Rede Feminina de Pernambuco.

“O que eu sinto por ela é o mesmo que senti quando nos conhecemos. Sei que vida não é só de flores, por isso permanecemos juntos”, foi o que disse Itízio da Silva Santos sobre sua esposa Lenilda da Silva Santos. Abraçados, Lenilda agradeceu a presença do parceiro: “Ele esteve comigo nos momentos mais difíceis”, revelou. Esse, apenas um dos casais tocados pela ação, foi parabenizado por ser, como Maria da Paz coloca, “um exemplo para todos do Hospital”. Pelas enfermarias, ambulatórios e corredores, o grupo de voluntários percorreu com sua missão: trazer o amor à superfície, desejando um feliz dia dos namorados a todos os Itízios e Lenildas do HCP. 

 

cuideamor3.JPG

cuideamor2.JPG

Pacientes do HCP recebem corte de cabelo e barba

barba1.JPG

As mãos ágeis e cuidadosas de Rodrigo Cambará e de Carol Vilaça transformaram a autoestima de pacientes e acompanhantes do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Profissionais da Confraria da Barba de Boa Viagem, eles se dedicaram a cuidar dos cabelos e barbas dos homens que estavam internados na Enfermaria Santa Faustina na manhã do último dia 6 de junho.

“Pensamos tanto em nós e acabamos esquecendo quem está ao nosso lado. Queremos passar conforto, paz e alegria para esses pacientes que não podem sair daqui. Queremos que eles tenham o mesmo tipo de atendimento que os nossos clientes têm na barbearia”, frisou o proprietário da Confraria da Barba de Boa Viagem, Marcos Canuto.

Seu Daniel Bezerra está em tratamento há um ano no HCP contra um câncer de nasofaringe. Bem humorado e acompanhado da sua esposa, Josiane Souza, ele entrou na fila de espera para “cortar o cabelo, fazer a barba e a sobrancelha também”. “Esse tipo de ação levanta a autoestima das pessoas que estão doentes. Eles se sentem vivos”, comentou Josiane. “Achei uma boa ação da parte deles, é realmente ótimo”, concordou o paciente.

O bom humor dele chamou a atenção da barbeira Carol Vilaça que, aliás, já prestou serviços voluntários no HCP – ela foi uma das pessoas que sugeriram a ação no hospital. “As pessoas que estão aqui tem muita necessidade de ser ver novamente no meio da sociedade. Quando fazemos um trabalho como esse, eles se contaminam de energia positiva”, ponderou.

barba2.JPG

 

Estatuto Estadual do Portador de Câncer é tema de reunião no HCP

deputados1.JPG

O Hospital de Câncer de Pernambuco recebeu, na manhã da última segunda-feira (05), a visita de membros da comissão da Assembleia Legislativa que vai elaborar o Estatuto Estadual do Portador de Câncer. Os deputados estaduais Rodrigo Novaes, Simone Santana e Socorro Pimentel se reuniram com o dr. Fábio Malta, superintendente técnico do hospital, para obter informações sobre a assistência prestada pela instituição. Essa comissão tem como objetivo mapear o serviço oncológico oferecido pelo Sistema Único de Saúde e, a partir disso, consolidar prerrogativas e definir os direitos dos pacientes.

Um dos principais temas da reunião foi o tratamento do paciente oriundo do interior. “Como o tratamento oncológico é complexo, o paciente precisa se deslocar várias vezes. Com esse deslocamento, várias questões precisam ser observadas e avaliadas, como transporte, alimentação e hospedagem”, declarou dr. Fábio Malta. “O paciente precisa ter o seu tratamento fora do domicílio garantido. A Comissão foi criada também para isso”, afirmou o deputado Rodrigo Novaes.

A interiorização da oferta de serviço oncológico também foi abordada durante a reunião. “A partir do momento que o paciente tem acesso ao tratamento no seu próprio município ou próximo a ele, os esforços e possíveis transtornos podem sem minimizados”, explicou o parlamentar.

A comissão seguirá visitando outros hospitais que ofertam o serviço oncológico pelo SUS. Com as informações repassadas pelo HCP e pelas demais instituições, o Estatuto Estadual do Portador de Câncer começará a ser elaborado. De acordo com dr. Fábio Malta, o HCP estará sempre à disposição. “O nosso objetivo é prestar um atendimento humanizado e que possa acolher o paciente da melhor forma. Por isso, recebemos a Comissão com satisfação”, finalizou. 

deputados2.JPG

Comitê de Ética e Pesquisa do HCP participa de treinamento

conep1.JPG

Os integrantes do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) participaram nestas segunda e terça-feira (29 e 30), do encontro da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), que aconteceu na Faculdade Imaculada Conceição do Recife/Faculdade Marista. O HCP e o Hospital da Restauração (HR) foram os centros anfitriões do encontro.

Coordenadora adjunta da Conep, Gabriela Marodin contou que o objetivo da conferência foi, sobretudo, de aproximar os Comitês de Ética em Pesquisa regionais à instituição nacional. “Visamos aproximar os CEPs para harmonizar as atividades, mantendo assim excelentes critérios na avaliação de projetos de pesquisa de forma convergente”, disse a farmacêutica e doutora em Ética. “Aqui trocamos experiências e trazemos desafios frente a questões atuais, tendo em vista sempre a melhoria do sistema”, completou.

O cirurgião Josimário Silva, que é membro do Comitê de Ética em Pesquisa do HCP e coordenador do CEP do HR, ponderou sobre a importância de a instituição participar de tal encontro. “O HCP é centro de referência de ensino e pesquisa. Nosso comitê lida com pesquisas clínicas e aborda temas como bioética, autonomia do paciente e ética nas relações em saúde. Nesse encontro com o Conep podemos esclarecer pontos de alta complexidade”, explicou.

Dr. Josimário frisou ainda a relevância de se discutir a ética em pesquisas. “Ao se fazer pesquisa com pacientes, é preciso que existam critérios para se preservar a dignidade humana. Nesta relação, o elo mais vulnerável é o paciente, e é nosso dever protegê-lo”, ressaltou.

conep2.JPG

 

Jornada Científica aborda Humanização da Saúde

bitu-hmr.JPG

Teve início nesta terça-feira (30) e segue até amanhã (31), no Hospital da Mulher, no Curado, a I Jornada de Serviço Social da unidade, com o tema “Saúde e Humanização”. A experiência do HMR na humanização da assistência está sendo apresentada em todas as palestras do encontro. “O atendimento humanizado é uma das grandes missões de todas as unidades de saúde que são gerenciadas pelo Hospital de Câncer de Pernambuco”, explicou o superintendente de Gestão do HCP, Filipe Bitu. Hoje, o HCP Gestão é responsável pelo gerenciamento do HMR, além da UPAE do Arruda, de Arcoverde e de Belo Jardim.

 

“Aqui, nós vemos a transfiguração do concreto em afeto. O atendimento é feito com sensibilidade e afeto entre o cuidador e quem está sendo cuidado”, reforçou o secretário de saúde do Recife, Jaílson Correia. A coordenadora do evento, Sandra Leite, ressaltou o papel do Serviço Social no atendimento. “Temos o dever de contribuir para a humanização na saúde, legitimando e assegurando o acesso desta política para todos”, enfatizou.

A atividade reúne profissionais de unidades estaduais e municipais de saúde. Neste primeiro dia, a médica ginecologista e diretora Técnica do HMR, Cinthia Komuro, proferiu a palestra  “Planejamento Reprodutivo, Direito à Escolha”. Sobre o mesmo tema, também falaram a assistente social Ionara Nascimento e a enfermeira Natália Veras.

PROGRAMAÇÃO – A quarta-feira começa com a palestra “Violência Obstétrica no Olhar do Trabalho Coletivo em Saúde”, com a médica obstetra Leila Katz, a assistente social Naila Araújo e a psicóloga Natália Marinho. O evento se encerra com a apresentação “Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência – Sony Santos”, com a assistente social e coordenadora do serviço, Sandra Leite.

 

EXPOSIÇÃO – Próximo à entrada do evento, acontece a exposição “Arte e Humanização; o Acolhimento ao Nascer”, da fotógrafa Andréa Rêgo Barros. São oito paineis que retratam a experiência do parto humanizado no Hospital da Mulher do Recife. 

bitu-hmr-2.JPG

UPAE Belo Jardim realiza 3ª Semana de Enfermagem

semana-bj-1.jpg

Os enfermeiros e técnicos de enfermagem da Unidade de Atenção Especializadas (UPAEs) Belo Jardim participaram, entre os dias 12 e 16 de maio, da 3ª Semana de Enfermagem. Palestras e discussões fizeram parte das atividades, que discutiram o tema “O trabalho da enfermagem na construção de uma sociedade democrática”, assunto central proposto pela Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn) para a 78ª Semana Brasileira de Enfermagem. O evento, que é realizado anualmente, foi criado para comemorar o Dia Mundial da Enfermagem (12 de maio) e o Dia Nacional do Técnico e Auxiliar de Enfermagem (20 de maio).

A abertura do evento foi realizada pela coordenadora geral da UPAE de Belo Jardim, Alexandra Silvestre, que destacou a importância dos profissionais para as atividades realizadas na unidade. A atividade seguinte foi organizada pela equipe multidisciplinar da unidade, que abordou a importância da enfermagem dentro dessa equipe. Familiares e amigos das profissionais de enfermagem também participaram das apresentações e das dinâmicas.

A Comissão de Ética de Enfermagem da unidade, por sua vez, ministrou uma palestra relacionada à sua implantação, seus objetivos e características. Finalizando as comemorações, a equipe de técnicas de enfermagem promoveu uma discussão com a visão do tema central apresentado pela ABEn.

semana-bj-2.jpg

NOTA DE ESCLARECIMENTO

ALERTA.png

O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) esclarece que a notícia que está circulando nas redes sociais sobre a contratação de 455 novos profissionais para o Hospital da Mulher do Recife (HMR) é antiga e, portanto, não é mais válida. Trata-se de um processo seletivo realizado em abril de 2016, quando foram escolhidos os profissionais para atuar no novo hospital. O HCP reforça, ainda, que todos os processos seletivos realizados para o Hospital da Mulher do Recife, que está sob sua gestão, são divulgados no site www.hcp.org.br/hmr.

 

2017-04-11 17:11:19

Hospital da Mulher do Recife promove evento sobre Humanização do Atendimento

Menor-HMR.jpg

O Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Curado, promove, nos dias 30 e 31 de maio, a I Jornada de Serviço Social da unidade. O tema do encontro é “Saúde e Humanização – Direito de Todas”. O evento, que na terça-feira começa às 8h, vai abordar a humanização do atendimento de saúde, prática que norteia o serviço do unidade. 

 

“Essa é a nossa filosofia de trabalho, desde a concepção do projeto do HMR pela Prefeitura do Recife, e uma meta contínua”, ressalta a diretora Isabela Coutinho. Segundo ela, “a excelência de um atendimento humanizado e de qualidade proporciona a valorização, o empoderamento da mulher e o respeito à sua cidadania”.

A expectativa é de que a Jornada seja um momento de atualização e de troca de informações entre os profissionais de saúde dos diversos serviços, municipais e estaduais. Entre os assuntos abordados estão: “Planejamento Reprodutivo, Direito à Escolha”, “Violência Obstétrica no Olhar do Trabalho Coletivo em Saúde”. “Também vamos falar do Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência – Sony Santos, apresentando números e casos”, informa a diretora do Centro e coordenadora do evento, Sandra Leite. 

Com o tema do Planejamento Reprodutivo, a palestra de abertura será ministrada pela ginecologista-obstetra e diretora técnica do HMR, Cinthia Komuro.  Segundo ela, todos os serviços de saúde devem garantir o planejamento reprodutivo e oferecer orientações sobre os diversos métodos contraceptivos, para que cada mulher possa ter o direito de livre escolha. O Hospital da Mulher, por exemplo, possui o ambulatório do Planejamento Familiar.

SERVIÇO

O ambulatório do Planejamento Familiar (também chamado Planejamento Reprodutivo) do HMR começa com uma palestra ministrada pela equipe multidisciplinar do setor. O hospital aconselha que a mulher vá acompanhada do parceiro, se assim ela desejar, para que o casal tome a decisão em comum acordo. Durante a palestra, os profissionais de saúde explicam cada método contraceptivo e informam quais procedimentos o serviço oferece, como preservativo masculino e feminino, prescrição do anticoncepcional oral e injetável, diafragma, colocação do DIU e a cirurgia de laqueadura. A decisão é feita em conjunto com o desejo da mulher (ou do casal) e o contraceptivo mais apropriado para ela. Definido o método, o encaminhamento é imediato. A mulher também pode ter acesso ao serviço por meio da Atenção Básica, seja uma UPA, Upinha ou Unidade de Saúde da Família.

PROGRAMAÇÃO:

30 de maio:

08h – 8h15: Recepção

08h15 – 08h30: Abertura da Jornada com a formação da Mesa

Dr. Jailson Correia – Secretário de Saúde do Recife | Dra. Isabela Coutinho – Diretora do Hospital da Mulher do Recife | Dra. Cínthia Komuro – Diretora Técnica do HMR | Sandra Leite – Coordenadora do Serviço Social do HMR 

 

08h30 – 11h: “Planejamento Reprodutivo, Direito à Escolha” | Cínthia Komuro  - Médica | Ionara Nascimento - Assistente Social | Natália Veras - Enfermeira

 

11h – 11h30: Debate

31 de maio:

13h – 13h15: Abertura | Sandra Leite – Coordenadora do Serviço Social do HMR

 

13h30 – 15h30: “Violência Obstétrica no Olhar do Trabalho Coletivo em Saúde”

Mesa Redonda:  Dra. Leila Katz - Médica Obstetra | Naila Araújo - Assistente Social | Natália Marinho - Psicóloga

 

15h30 – 16h: Debate

16h – 16h15: Coffee Break

16h15-16h30: “Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência Sony Santos” | Sandra Leite – Coordenadora do Serviço Social e do Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência Sony Santos

 

 

16h30 – 17h: Entrega de Certificados e Encerramento

Enfermeiros e técnicos participam da 14ª Semana de Enfermagem

semana-enfermagem6.JPG

Com o objetivo de capacitar e valorizar os profissionais de enfermagem, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) realizou, nos dias 11 e 12 de maio, a 14ª Semana da Enfermagem. Durante os dois dias, enfermeiros e técnicos participaram, no período da manhã, de palestras inspiradas no tema “A comunicação como instrumento fundamental na assistência ao paciente”. Já à tarde, shows de talentos garantiram a descontração dos profissionais, responsáveis pelo atendimento e pelo cuidado direto dos pacientes.

O evento foi idealizado como forma de comemorar o Dia Mundial da Enfermagem (12 de maio) e o Dia Nacional do Técnico e Auxiliar de Enfermagem (20 de maio). “Para o nosso trabalho, esse é um momento de confraternização de toda a equipe. Além disso, também queremos oferecer motivação profissional. Estamos fazendo isso para eles”, reforçou a gerente de Enfermagem do HCP, Alciete Cordeiro. Atualmente, o HCP conta com mais de 500 profissionais atuando na área.

Superintendente Clínico do HCP, o dr. Fábio Malta ressaltou a importância dos profissionais de enfermagem para o Hospital de Câncer de Pernambuco. “Fico feliz em ver que a qualidade e o empenho do serviço de enfermagem têm crescido ao longo dos anos. Nós só temos a agradecer pelo papel de vocês no dia a dia. Saibam que vocês têm o carinho e o reconhecimento de quem faz a gestão do HCP”, concluiu. 

 

PALESTRAS

Abrindo a programação da quinta-feira (11), o enfermeiro Mailton Alves abordou o sucesso de uma carreira usando técnicas motivacionais de coaching. Através da sua experiência de vida, Alves deu dicas de como ter uma carreira de sucesso na enfermagem. Na mesma manhã, a coordenadora de Cuidados Paliativos, Roberta Farias, palestrou sobre empatia e a importância da boa comunicação entre enfermeiros, pacientes e acompanhantes.

semana-enfermagem1.JPG

Já na manhã da sexta-feira, a enfermeira e fiscal do Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren), Catarina Ugiette, proferiu uma palestra sobre ética e segurança do paciente, destacando o papel dos enfermeiros, técnicos e auxiliares para garantir a boa prestação do serviço. A doação de órgãos também foi tema de palestra ministrada pela coordenadora da Central de Transplantes de Pernambuco, Noemy Gomes. A psicóloga de Cuidados Paliativos do HCP, Luana Oliveira, finalizou a manhã com conferência sobre trabalho em equipe e gerenciamento de conflitos, abordando a importância da comunicação entre os diversos profissionais para minimizar os possíveis embates e garantir o melhor atendimento ao paciente.

semana-enfermagem5.JPG

DIVERSÃO

Palhaçoterapia, recital de poesias, música, show de talentos e sorteios de brindes garantiram a diversão dos profissionais durante a 14ª Semana de Enfermagem. Com uma versão própria das empreguetes, personagens famosas da novela Cheias de Charme, as enfermetes garantiram boas risadas para os presentes. Destaque, também, para o coral formado pelos profissionais dos setores de Mama e de Hematologia. Mantendo o clima de descontração, alunos do curso de extensão em clown da Uninassau, liderados pelos professores Givanildo Amâncio e Kilder Alves, realizaram alongamentos e brincadeiras com os presentes. O poeta Edgar Diniz também foi convidado para participar da atividade.

semana-enfermagem2.JPG

semana-enfermagem3.JPG

semana-enfermagem4.JPG

 

 

Abril pro Corte arrecada 200 metros de cabelos

abril-pro-corte-2.JPG

Quem passou pelo Parque Dona Lindu no último dia 30 pôde participar do Abril pro Corte, um evento idealizado para arrecadar cabelos com um grande propósito: confeccionar perucas para pacientes em tratamento no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). No total, a segunda edição do evento arrecadou cerca de 200 metros de mechas. A ação também arrecadou mais de 150 kg de alimentos, que foram doados ao setor de Nutrição do HCP, responsável pela produção da refeição dos pacientes e acompanhantes.

Entre as participantes, estava a dona de casa Flávia Lima, que cortou seu cabelo pela primeira vez para fazer a boa ação. “Isso irá fazer uma criança feliz, uma mulher feliz”, afirmou. Felicidade também foi a palavra usada pela estudante Patrícia Rodrigues. “Eu estava realmente pensando sobre cortar o cabelo, mas me sinto feliz porque vou fazer uma boa ação para outras pessoas”, ponderou.

abril-pro-corte-1.JPG 

Todas essas madeixas, agora, serão utilizadas pela Rede Feminina – movimento de voluntários que atua no HCP – para a confecção de perucas. As peças serão destinadas, gratuitamente, para pacientes que, por conta da quimioterapia, perderam os cabelos. Em média, são necessários 12 metros de cabelos para a produção de uma única unidade, que ajuda a fortalecer a autoestima de quem está em tratamento contra o câncer. “Toda a ação que fazemos em prol do paciente com câncer é muito bem aceita pela sociedade. As pessoas são muito sensíveis a essa causa”, explicou a presidente da Rede Feminina, Maria da Paz.

A ação contou com a participação de 30 cabeleireiros voluntários, reunidos pelo visagista Walber Marinho, idealizador do projeto. Para ele, o evento superou todas as expectativas. “O Abril pro Corte vem para chamar a atenção da sociedade dessa necessidade de ajudar ao próximo. A nossa intenção é que as pessoas fiquem comprometidas tanto com esse projeto quanto com a doação de alimentos”, reforçou. A proposta, segundo Marinho, é que o Abril pro Corte se repita nos próximos anos.

abril-pro-corte-3.JPG

abril-pro-corte-4.JPG

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais