Destaque Inferior

Notícias quem ficam no destaque inferior da página inicial

festa2.jpeg

Domingo, 26 de agosto de 2018. A noite começava a surgir quando exibindo sorrisos largos e com passos ansiosos, meninos e meninas atravessaram o portão da Usina Dois Irmãos, no bairro de Dois Irmãos. Um grupo misturado, composto por 34 adolescentes de diferentes lugares e com histórias distintas para contar, mas todas elas com um capítulo em comum: a luta contra um câncer. Aos pares, eles ouviram seus nomes e entraram no salão do espaço, sob aplausos, rumo ao que foi muito mais do que um Baile de Debutantes.

festa1-TS.jpeg

(Foto: Tião Siqueira)

Há poucos meses, Lívia Oliveira, 18 anos, recebeu a notícia de que, finalmente, seu tratamento contra um linfoma havia chegado ao fim. A felicidade da jovem se multiplicou quando, no mesmo mês, recebeu um telefonema de uma assistente social do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) com o inesperado convite para ser uma das participantes do Baile de Debutantes. “Eu sou muito grata, porque passar por um tratamento oncológico é muito difícil e essa festa, para mim, foi realmente como um presente. Serviu como um estímulo para que nós tivéssemos ainda mais vontade de ficar bem”, contou.

festa3-TS.jpeg

Franklin Pimentel e Lívia Oliveira (Foto: Tião Siqueira)

Já a adolescente Luana Silva, 17 anos, ficou feliz ao reencontrar tantos familiares de Betânia, sua cidade natal. A jovem, que segue em tratamento contra um câncer de ovário no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), se sentiu deslumbrada com a festa, inimaginável para ela, filha de um agricultor e de uma dona de casa. “Está tudo sensacional. Eu agradeço aos voluntários porque isso é um verdadeiro sonho”, disse. “Em meio a tanta dificuldade, recebemos tanto carinho de todos. Eu me sinto muito acolhido”, completou Franklin Pimentel, 17 anos. 

Idealizado pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, movimento de voluntários que atua no HCP, o terceiro Baile de Debutantes reuniu cerca de 500 pessoas – familiares, amigos, voluntários – para comemorar a vida desses adolescentes, que estão em tratamento no próprio HCP, no HUOC e no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP). Para garantir que a festa tivesse bolo, valsa, doces, mesa farta e muita música, fornecedores se aliaram para organizar o evento, que se transformaria em um momento mágico, de verdadeira celebração. E assim foi feito.

festa4.jpeg

Entre eles estava o estilista Albérico Ribeiro, responsável pelo desenho e pela confecção dos vestidos das meninas e por fornecer a roupa completa dos meninos. A cor escolhida para os trajes – verde Tiffany – foi uma forma de trazer uma mensagem de esperança para as adolescentes. “Toda vez que eu participar, eu quero ter condições de dar o vestido para cada uma dessas garotas. Isso irá servir como lembrança dessa noite. Eu me sinto mais feliz do que se tivesse recebido dinheiro por todos eles, porque vê-las felizes é uma recompensa que vem do coração”, disse. 

BASTIDORES

A iniciativa do Baile de Debutantes nasceu com Joselane Paiva, voluntária que atua no HCP há mais de 20 anos e que sempre realizou festas para os pacientes da ala pediátrica. Conhecida como tia Jô, é ela quem corre atrás dos parceiros para que o sonho dos adolescentes, que ela conhece de perto, possa ser realizado. “Tem sido muito satisfatório e, esse ano, conseguimos realizar uma festa grande, para 500 convidados. Nós, que somos voluntários, trabalhamos e muito”, disse. 

Mas a verdade é que, por trás de toda a magia da festa, um verdadeiro batalhão de voluntários também se esforçou para que todos os pacientes estivessem bem para aproveitar a noite tão esperada e para que as famílias pudessem estar presentes. Para isso, foram realizados bazares com vestidos de festa doados, venda de lanches, rifas e até captação de recursos com parceiros. “Compramos suplementos especiais, providenciamos transporte e estadia para os familiares que vêm de longe. São muitas coisas que estão envolvidas neste processo e precisamos ajudar para que isso tudo aconteça”, explicou Maria da Paz, presidente da Rede Feminina.

A ideia, segundo Maria da Paz, é que, no fim das contas, todos os adolescentes se sintam felizes e mais fortes para continuar o tratamento. “Fica a sensação de dever cumprido e melhor do que esse sentimento é ver a realidade desses adolescentes alcançando aquilo que esperamos, que é que eles estejam bem. Queremos que eles retomem a rotina, voltem a estudar, a trabalhar. Queremos ver que tudo isso valeu a pena”, finalizou.

 

 

agostodourado3.jpgEm alusão ao Agosto Dourado, o Hospital da Mulher do Recife, no Curado, realiza uma série de ações de sensibilização para o Aleitamento Materno. Do dia 6 ao dia 10 de agosto, estão sendo feitas palestras itinerantes nas salas de espera do Centro de Imagem e do Egresso (consulta de retorno de mãe e bebê após a alta da maternidade). Ao longo do mês, a programação do HMR terá ainda apresentação do grupo Palhaçoterapia, curso de manejo sobre o Aleitamento Materno, exposição de fotos e mamaço.

Nos dias 9, 16 e 23 (quintas-feiras), o Hospital vai receber o Palhaçoterapia, um projeto da UPE - Universidade de Pernambuco.  Por meio de atividades lúdicas, eles vão falar dos benefícios da amamentação. O grupo vai se apresentar no alojamento conjunto - onde mães e bebês ficam internados - , e também nas salas de espera do ambulatório.

Um dos pontos altos da programação acontecerá ainda no dia 16 (quinta-feira) com a realização de um mamaço, ou seja, com um encontro de mães amamentando simultaneamente. Estarão reunidas, mães da maternidade, das consultas ambulatoriais, funcionárias mães e convidadas.

Nos dias 15 e 16, a unidade promoverá o Curso de Manejo do Aleitamento Materno. "O HMR tem a perspectiva de se tornar Hospital Amigo da Criança e parte desse processo é capacitar 100 por cento dos profissionais ligados à mãe e bebê. Esta já é a quarta turma e, até agora, mais de 100 profissionais já foram treinados", informa a diretora geral do HMR, Isabela Coutinho.

Ainda como parte das atividades do Agosto Dourado, haverá exposição  com fotos relativas ao Aleitamento Materno, feitas durante os atendimentos e internamentos no Hospital. "O objetivo é fazer com que nossas usuárias se identifiquem com esse processo", afirma Manoel Adauto, coordenador do Aleitamento Materno do HMR.

Também na programação, haverá palestra sobre a relação entre a Amamentação e a Nutrição, e  lançamento de um álbum seriado, que é explicativo sobre os benefícios da amamentação para o bebê e a mãe.

Unidade da Prefeitura do Recife, o Hospital da Mulher está sob administração do HCP Gestão, organização social de saúde do Hospital de Câncer de Pernambuco. 

agostodourado1.jpg

Programação HMR Agosto Dourado:

Dia 07 - Salas de Espera – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério (ambulatório); mini palestra sobre Incentivo à Amamentação.

Dia 09 - Apresentação do projeto Palhaçoterapia; mini palestra sobre Incentivo à Amamentação; Roda de Conversa – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério (alojamento Conjunto)

Dia 14 - Salas de Espera – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério.  (ambulatório); mini palestra sobre Incentivo à Amamentação.

Dia 15 - Curso de manejo clínico do Aleitamento Materno.

Dia 16 - Curso de manejo clínico do Aleitamento Materno; Apresentação do projeto Palhaçoterapia (incentivo à amamentação); Exposição de Fotos; Roda de Conversa – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério (alojamento Conjunto).

Dia 21 - Salas de Espera – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério (ambulatório).

Dia 23 - Mamaço (grupos de mulheres amamentando simultaneamente), Apresentação do projeto Palhaçoterapia (incentivo à amamentação), Lançamento do Álbum Seriado sobre Amamentação. Roda de Conversa – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério. (alojamento Conjunto).

Dia 28 - Salas de Espera – Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério (ambulatório).

Dia 31 - Aleitamento Materno e Nutrição na Gestação e no Puerpério (ambulatório); Mini palestra sobre Incentivo à Amamentação.

foto-aniversario-upae-arruda.jpg

Nesta sexta-feira (29), a UPAE Deputado Antonio Luiz Filho – UPAE do Arruda, completa dois anos de funcionamento. Para marcar a data, será realizado um evento comemorativo na unidade, às 17h. “É um momento para celebrarmos a confiança dos usuários e a competência e dedicação dos nossos colaboradores”, ressalta Adriana Bezerra, coordenadora geral da UPAE.

A programação começará com uma apresentação do coral formado por funcionários da UPAE. Em seguida, haverá um momento religioso de agradecimento. Além de funcionários e pacientes, o evento contará com a presença do superintendente geral do HCP Gestão, Filipe Bitu, responsável pela Organização Social do Hospital de Câncer de Pernambuco, que administra a UPAE. A unidade pertence à Prefeitura do Recife. "Esse é um modelo gerencial que resultou em inovação da gestão da Saúde, com melhoria da qualidade do atendimento e otimização dos recursos", destaca ele.

Em dois anos de funcionamento, a UPAE do Arruda já realizou 40.974 consultas médicas, 62.858 consultas de profissionais de saúde de outras especialidades, 37.194 exames diagnósticos por imagem, 17.461 sessões de fisioterapia e 127.692 exames laboratoriais. Dados atualizados em 15 de junho de 2018. O evento desta sexta-feira, se encerrará com o corte do bolo comemorativo.

Integrar - Como parte das comemorações de aniversário da UPAE, será lançado, também nesta sexta-feira, a partir das 8h, o projeto Integrar. Criado pela equipe de Psicologia, o objetivo é promover um ambiente ainda mais acolhedor e humanizado para os colaboradores e usuários da unidade. Serão feitas reuniões mensais, onde os funcionários terão um espaço de diálogo permanente, por meio de rodas de conversa, dinâmicas de grupo e outras prática integrativas. 

 

 

 

bitu-fhc.JPGu

O superintendente geral do HCP Gestão, Filipe Bitu, participou, na útlima segunda-feira (28), do evento “20 anos de parceria – OS é a solução”, promovido pelo Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross) e Associação Brasileira das Organizações Sociais de Cultura (Abraosc). O encontro, em São Paulo, teve a participação do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, que ministrou a palestra de abertura.

Durante o evento foram apresentados cases de sucesso, relacionados à saúde, cultura e ciência, e tecnologia. Também foi anunciado que as 21 organizações sociais que fazem parte do Ibross (instituição do setor de saúde) terão um sistema que vai monitorar indicadores como exames e cirurgias. O sistema entrará em vigor no segundo semestre. O encontro contou com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e da FGV Saúde.

evento-ibross.JPG

 

hmr-4.jpg

O Hospital da Mulher do Recife, no Curado, comemorou dois anos de funcionamento com uma programação festiva, na última quarta-feira (08), que emocionou a todos que participaram das atividades. As comemorações começaram com a apresentação de um balanço dos atendimentos da unidade.  Durante o evento, realizado no auditório do HMR, a mesa foi composta pelo secretário de Saúde do Recife, dr. Jaílson Correia, o superintendente geral do HCP Gestão, Filipe Bitu, a superintendente administrativa do Hospital de Câncer de Pernambuco, Cláudia Barbosa, e a diretora geral do HMR, dra. Isabela Coutinho, que deu as boas vindas aos presentes.

“Esta é uma unidade que nasceu com a missão de fazer a diferença positiva na vida das mulheres recifenses; de ser referência na qualidade dos seus serviços e na humanização do atendimento”, afirmou Isabela Coutinho. Em seguida, a diretora técnica, Cinthia Komuro, apresentou um balanço da gestão. Nestes dois anos, o HMR já realizou mais de 600 mil procedimentos. “Além dos expressivos resultados alcançados, o Hospital da Mulher faz da humanização um exercício diário e tem no afeto o seu principal insumo”, destacou o secretário Jaílson Correia, que no ato representou o prefeito do Recife, Geraldo Julio. 

O superintendente geral do HCP Gestão, Filipe Bitu, destacou a importância da parceria entre a Prefeitura do Recife, a quem pertence o Hospital da Mulher, e o HCP Gestão, organização social do Hospital de Câncer de Pernambuco, que administra o HMR. “O Hospital traduz a importância de um novo olhar sobre o serviço público”, afirmou. Ainda durante o evento, houve a apresentação musical do coro de funcionários e a leitura de um poema sobre a construção e funcionamento do Hospital. Após esse momento, Filipe Bitu e Isabela Coutinho receberam uma homenagem dos colaboradores da instituição. Já as mulheres atendidas pelo HMR foram homenageadas através de duas mães que tiveram seus bebês na unidade. Elas receberam um álbum de fotos de seus respectivos partos.

hmr-3.jpg

Ainda como parte das atividades, aconteceu o lançamento da exposição da fotógrafa Andréa Rêgo Barros, com nove telas, que apresenta mães em diversos serviços oferecidos pelo Hospital. Andréa foi homenageada pela direção do Hospital com um buquê de flores. Logo após o lançamento da exposição, foi inaugurado o Espaço Convivência do Hospital da Mulher do Recife, um local de descanso e de interação dos colaboradores. A área foi instalada com sofás e centros de canto, produzidos a partir de palets, e decorada com quadros, plantas e flores. Houve ainda parabéns, corte do bolo e um almoço especial no refeitório da unidade. Em paralelo às comemorações voltadas para os funcionários, foram realizadas atividades para as usuárias, com salas de espera de Nutrição e de Atividade Física.

hmr-2.jpg

Além dos funcionários do HMR, o evento contou com a presença de representantes da Secretaria de Saúde do Recife e do Hospital de Câncer de Pernambuco. À noite, foi servido um jantar especial para os colaboradores do turno. Na ocasião, houve apresentação do grupo Gênesis, também formado por funcionários do Hospital.  

Dados – Desde que foi inaugurado, o Hospital da Mulher do Recife já realizou 116.278 consultas, 416.206 exames e 7.404 partos, sendo 5.484 normais e 1.920 cesáreas. Atualmente, o Hospital da Mulher conta com 671 colaboradores.

 

arcoverde-4anos.jpg

Equipe da UPAE Arcoverde

O mês de abril marcou as comemorações do aniversário de 4 anos das Unidades Pernambucanas de Atenção Especializada (UPAEs) de Arcoverde e Belo Jardim. Para marcar a data, as unidades promoveram ações voltadas para funcionários e pacientes. Em comum, as UPAEs apresentaram os indicadores dos quatro anos de funcionamento e também celebraram com bolo a passagem do aniversário. João Peixoto, coordenador geral da unidade de Arcoverde, e Alexandra Silvestre, coordenadora geral da unidade de Belo Jardim, organizaram os eventos junto com suas equipes.

Na UPAE Belo Jardim, foram seis dias de uma programação que se encerrou na última sexta-feira (27). Na ocasião, foram apresentados os resultados destes quatro anos de gestão para os oito municípios atendidos. A unidade realizou cerca de 152 mil exames e 124 mil atendimentos médicos e não médicos. O evento contou ainda com uma benção ecumênica de agradecimento. As comemorações tiveram também apresentação musical de Renato Silva, grupo cultural Contadores de História (da cidade de Tacaimbó), palestra motivacional com a Miria Pereira (RH) e palestra “Amigos da Ouvidoria”, com Valéria Maria (ouvidora).

Na UPAE de Arcoverde, foram apresentados os resultados da Educação Continuada e os indicadores de funcionamento da unidade, que já realizou 165,4 mil exames e 148,9 mil atendimentos médicos e não médicos. Os pacientes também puderam participar de um mini curso de auto maquiagem e limpeza de pele. A instituição também promoveu uma apresentação musical dos funcionários e uma missa com Padre Benevaldo, da paróquia de São Geraldo.

As UPAEs de Belo Jardim e de Arcoverde são unidades de saúde do Governo do Estado, administradas pelo HCP Gestão, a organização social de saúde do Hospital de Câncer de Pernambuco.

belo-jardim-4anos.jpeg

Equipe da UPAE Belo Jardim

 

domingo-abidal3.JPG

Muitos acontecimentos são capazes de transformar a vida das pessoas. O câncer é um deles. Diagnosticado com um tumor no fígado em 2011, o então jogador do Barcelona Éric Abidal fez da sua vivência um ponto de partida para criar a Éric Abidal Foundation, uma organização idealizada, entre outras coisas, para apoiar crianças que estão em tratamento contra a doença. Agora, já curado, o ex-atleta aproveita as viagens que faz para conhecer a realidade do tratamento de câncer mundo afora e, de alguma forma, colaborar com as instituições. No último domingo (15), o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) foi escolhido para receber a visita do jogador.

No HCP, Éric Abidal e a coordenadora da fundação, Andréa Martí, foram recepcionados por uma comitiva liderada pelo superintendente Geral do HCP, dr. Hélio Fonsêca. O grupo visitou os serviços de Quimioterapia, os ambulatórios e as enfermarias Santa Águeda e Anjo Rafael. Foi lá, inclusive, que Abidal distribuiu presentes e conversou com as crianças e os adolescentes internados. Paciente do HCP há quatro meses, Jamille Soares veio de Rondônia para realizar seu tratamento contra um câncer ósseo no HCP. “Eu gostei porque ele veio e me deu muita força mostrando que ele venceu e que nós podemos vencer igual a ele. Me sinto muito mais fortalecida”, contou.

Éric Abidal chegou ao Recife no sábado (14) para participar da partida épica entre o Barcelona Legends e a Seleção Pernambucana Legends, realizada na Arena Pernambuco. A visita ao HCP foi incluída na sua agenda por vontade própria – ou, na verdade, por uma missão. “É sempre um prazer visitar crianças e famílias em hospitais, trazer um pouco de alegria, ver sorrisos. Sempre aproveito as viagens com o Barcelona Legends para realizar atividades da fundação. Não podemos fazer uma viagem de 23 horas apenas para uma partida e esquecer as pessoas que precisam”, reforçou.

Para dr. Hélio, a visita de Éric trouxe muita emoção para todos que fazem parte do HCP. “A vinda desse profissional é uma satisfação muito grande, que não conseguimos mensurar. Ele é um exemplo de vida pelo que ele já vivenciou. Agora, ele teve a oportunidade de conhecer o trabalho gigantesco que realizamos em Pernambuco: a prestação de serviços que o hospital oferece aos pacientes que procuram essa instituição”, declarou. O sentimento do jogador diante de todo esse trabalho? “Vocês fazem com o coração”, afirmou.

domingo-abidal1.JPG

 

domingo-abidal4.JPG

 

 

dia-mundial-saude-arruda.jpg

Na última quarta-feira (11), a UPAE do Arruda – Deputado Antônio Luiz Filho promoveu, para os seus pacientes, palestras sobre Alimentação Saudável e sobre Direitos e Deveres dos usuários do SUS. Também foi disponibilizada aferição de pressão e HGT (teste de dosagem do nível de glicemia). As atividades fazem parte das comemorações pelo Dia Mundial da Saúde, ocorrido em 7 de abril.“Aqui na unidade, além dos serviços de saúde, nós temos o compromisso de levar conhecimentos que repercutam positivamente na qualidade de vida dos nossos pacientes”, esclareceu a coordenadora Geral da UPAE, Adriana Bezerra. As palestras aconteceram nas salas de espera da unidade. A nutricionista Silene Veras falou sobre os 10 passos para uma alimentação saudável. Entre eles, limitar o consumo de alimentos processados e fazer de alimentos in natura, ou minimamente processados, a base da alimentação. Também foram distribuídos panfletos educativos.

Um material informativo foi entregue também durante a palestra sobre o SUS, ministrada pela assistente social Rejane Moura, com apresentação da enfermeira Veridiana Maia. “Tudo o que vier agregar para a gente saber mais sobre os nossos direitos e deveres é importante”, avaliou a paciente da unidade, Elisete Ferreira de Souza, moradora do Ibura/UR-04. O motorista Anderson Coutinho de Oliveira, morador de Piedade, por sua vez, também elogiou a iniciativa. “Aproveitei para aferir a pressão e a taxa de glicose e está tudo bem”, afirmou.

dia-mundial-saude-arruda2.jpg

Semana – As comemorações do Dia Mundial da Saúde, na UPAE Arruda, terminaram na última quinta-feira (12), com uma dinâmica elaborada pela equipe de Psicologia para os funcionários. Na terça-feira passada (10), os usuários da unidade receberam orientações e fizeram atividades físicas com uma equipe da Academia da Cidade, do distrito sanitário II. Eles também assistiram a uma palestra com o tema: Interação Medicamentosa: Cuidados e Mitos. Unidade da Prefeitura do Recife, a UPAE do Arruda está sob administração do HCP Gestão.

 

upae-tuberculose-2.jpg

A Unidade Pública de Atendimento Especializado (UPAE) Deputado Antonio Luiz Filho, no Arruda, realizou, no último dia 23, um evento para marcar o Dia Mundial de Combate à Tuberculose. O pneumologista da unidade, Amaro Capistrano e a enfermeira responsável pelo ambulatório, Veridiana Ferreira, promoveram mini-palestras sobre a doença.

A exposição foi para usuários e acompanhantes nas salas de espera da unidade. No encontro, foram abordados a importância da vacinação, formas de transmissão e os cuidados para aqueles que já adquiriram a doença. Também foi distribuído material educativo. A organização foi da coordenadora geral da UPAE do Arruda, Adriana Bezerra. Unidade da Prefeitura do Recife, a UPAE do Arruda é administrada pelo HCP Gestão.

Tuberculose - Trata-se de uma doença infecto-contagiosa, transmitida pela bactéria (Bacilo de Koch) e afeta principalmente os pulmões, podendo atingir outros órgãos como os rins e as membranas que envolvem o cérebro.

 

 

residentes-pato-anestesio.JPG

Duas novas médicas chegaram, na última segunda-feira (19), para completar a equipe de residentes do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Daniele Magalhães e Luiza Rego são as primeiras profissionais selecionadas para os novos programas de residência médica da instituição: Patologia e Anestesiologia, respectivamente. A recepção das residentes ocorreu na Biblioteca da Superintendência de Ensino e Pesquisa (SEP) do HCP.

O início dos novos programas reforça o processo de consolidação das residências médicas da instituição, que foram retomadas em 2014. A prova disso é que, no último processo seletivo realizado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, dos quatro programas de residências médicas oferecidas pelo HCP, três deles se destacaram por ser a primeira opção dos candidatos: Mastologia, Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Cancerologia Cirúrgica.

“É com muita satisfação e alegria que conseguimos ampliar as nossas residências para duas novas áreas. Há uma necessidade dominante em profissionais de patologia e de anestesiologia no mercado e conseguir formar pessoas no HCP traz uma motivação muito grande para a gestão. Estamos lutando, agora, para que todos os nossos programas se firmem como a primeira opção dos candidatos”, afirmou o superintendente Geral e de Ensino e Pesquisa do HCP, dr. Hélio Fonsêca.

Durante a cerimônia de boas-vindas, as novas residentes conheceram mais sobre a instituição. “Quero que vocês se lembrem de cuidar das pessoas, e não apenas da doença que elas possuem. Nós temos esse compromisso”, afirmou dr. Guilherme Costa, que integra a Superintendência de Ensino e Pesquisa do HCP, aproveitando a ocasião para parabeniza-las. O evento contou com a presença, ainda, do superintendente Técnico, dr. Fábio Malta, e da superintendente Administrativa, Cláudia Barbosa, além do coordenador do Serviço de Anestesiologia, dr. Breno Fonsêca e do supervisor administrativo do Serviço de Patologia, Thiago Castro.

Formada em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), dra. Luiza Rego escolheu se especializar em Anestesiologia pela afinidade que teve pelo assunto ainda durante a faculdade. Já a escolha pelo HCP ocorreu tanto pelo nome da instituição quanto pela vontade de trabalhar com pacientes oncológicos. “Mexer com drogas e aliviar a dor dos pacientes, permitindo que eles tenham condições de passar por procedimentos cirúrgicos e sair bem deles é algo que me chama a atenção”, afirmou.

Já dra. Daniele Magalhães, formada em Medicina pela Faculdade Pernambucana da Saúde (FPS), enxerga na residência o início de uma jornada direcionada para o ensino e a pesquisa. “O HCP tem uma história muito forte e muito material para nosso crescimento profissional. Tenho interesse em docência e a patologia tem espaço para isso. Vou ser feliz com essa escolha”, revelou. 

 

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais